Roberto Colistete Jr.

Blog sobre computação científica e móvel : Mathematica, Python, CUDA, smartphone & tablets, Linux, etc

Archive for março \24\UTC 2012

Samsung Galaxy Tab P6210 7″ a R$899 : usando programas científicos no Android

Posted by robertocolistete em 24/03/2012

Os tablets Android também estão com configurações e preços melhores nos últimos meses. Hoje temos Samsung Galaxy Tab P6210 7″ WiFi 16GB a R$899 em 12x, com Android 3.2, processador dual core @ 1,2 GHz, GPS, etc.

(Atualização em 27/07/2012) Agora por R$699 em 10x nas LojasMM.

Comprando um smartphone ou tablet Android, o que se tem de bom para criar conteúdo na área científica em termos de cálculos ? Seguem minhas sugestões de softwares que incluem CAS (Computer Algebra System), i.e, computação simbólica (resolvem equações, derivadas, integrais, etc), em ordem crescente de preço :

Esses CAS não são tão completos como Maxima/wxMaxima (gratuito), Mathematica (comercial), etc. Mas já são bem úteis. Como Android (após root) pode rodar Linux via chroot & VNC, então é sim possível utilizar os programas científicos tradicionais de desktop Linux. Mas isso fica para outro artigo.

Posted in Android, CAS, Python, Smartphones, SymPy, Tablets | 3 Comments »

iPad 2 a R$1.259 : usando programas científicos no iOS

Posted by robertocolistete em 24/03/2012

Promoção interessante hoje, com iPad 2 16GB WiFi a somente R$1.259 em 12x, enquanto o preço normal é R$1.399 (que abaixou no início de Março, antes custava R$1.649). Tal baixa de preços é boa não só para usuários de iOS mas também para os demais, pois força os concorrentes a baixarem seus preços de tablets.

Ok, comprando um iPad ou iPhone, o que se tem de bom para usar no iOS para criar conteúdo na área científica em termos de cálculos ? Seguem minhas sugestões de softwares que incluem CAS (Computer Algebra System), i.e, computação simbólica (resolvem equações, derivadas, integrais, etc), em ordem crescente de preço :

Esses CAS não são tão completos como Maxima/wxMaxima (gratuito), Mathematica (comercial), etc. Mas já são bem úteis.

O fato de iOS não poder rodar Linux (via chroot & VNC, que nem roda em Android com root) impede de rodar os programas científicos tradicionais de desktop Linux.

Posted in CAS, iOS, Python, Smartphones, SymPy, Tablets | Leave a Comment »

Geração Kepler : Nvidia GeForce GTX 680 com 1536 núcleos e GDDR5 @ 6 GHz !

Posted by robertocolistete em 24/03/2012

A Nvidia lançou em 22/03/2012 a nova geração Kepler de placa-de-vídeo, começando pela GTX 680.

Tal placa-de-vídeo possibilita programação CUDA (Compute Unified Device Architecture), que é uma arquitetura de computação paralela para GPU (Graphical Processing Units), permitindo programação em C/C++ e outras linguagens (Python via PyCUDA, Mathematica 8 CUDA, etc) usando paralelismo das GPU que têm dezenas até mais de mil núcleos de processamento (enquanto CPU’s tem alguns núcleos, tipicamente  2 ou 4 atualmente).

São muitas mudanças entre a geração Fermi anterior e a nova Kepler :

  • a arquitetura GK104 (Kepler) usa tecnologia de fabricação de 28 nm ao invés de 40 nm, apresentando o dobro da eficiência de desempenho por dissipação de energia em Watts;
  • 1536 núcleos (cores em inglês) na GTX 680 ao invés de 512 cores na GTX 580 (Fermi);
  • 3090 GFlops (sim, 3 TeraFlops, obviamente em condições ideais) na GTX 680 versus 1581 GFlops da GTX 580;
  • memória de vídeo GDD5 a 6.008 MHz ao invés de 4.008 MHz;
  • barramento de 256 bits a 1.502 MHz na GTX 680 versus 384 bits a 1.002 MHz na GTX 580 resulta na mesma capacidade de transferência, 192 GB/s;
  • 3,54 bilhões de transístores em 294 mm^2 ao invés de 3 bilhões em 520 mm^2 na Fermi;
  • 195 W (GTX 680) versus 244 W (GTX 580 Fermi).

Veja mais detalhes em várias matérias sobre a Nvidia GeForce GTX 680 :

Interessante será analisar o impacto dessa geração Kepler na programação CUDA, por exemplo via tal matéria : The GeForce GTX 680: A Developer’s Perspective. A 1a tabela da matéria acima da AnandTech deixa claro que o desempenho de precisão dupla (FP64) no GK104 é somente 1/24 da precisão simples, enquanto que era 1/8 na Fermi. Ou seja, em precisão dupla a GTX 680 parece ser inferior a GTX 580.

Também foi anunciada a versão para notebooks, a linha GeForce 600M, mas somente a GPU GK107 é da geração Kepler, com 384 cores (1/4 do GK104) e barramento de 128 bits (versus 256 bits do GK104). Para variar, a nomenclatura de GeForce para notebooks é confusa, com GTX 670M e 675M na verdade usando a GPU Fermi GF114 e das GTX para notebook, só a GTX 660M tem GPU Kepler. Das GT 6xx M, a GT 640M e 650M são da geração Kepler.

Como curiosidade, as gerações de GPU da Nvidia têm nomes de físicos : Tesla (65 nm) em 2007, Fermi (40 nm) em 2009, agora Kepler (28 nm) em 2012, Maxwell (22 nm) para 2013, etc.

Posted in CAS, CUDA, Mathematica, Python | 3 Comments »

Nokia N9 com Easy Debian : OpenOffice, TeX, Maxima, etc

Posted by robertocolistete em 18/03/2012

(Atualização de 24/08/2012 : vide nova matéria sobre Easy Debian Harmattan com instalação via .deb, uso via ícones, teclado virtual transparente, etc).

Um smartphone que roda com boa velocidade softwares de computadores grandes ? Isso mesmo : OpenOffice 3 completo abrindo em 10 s, editor gráfico GIMP, CAS wxMaxima, TeXMaker / LaTeX, gedit, dezenas de linguagens de programação (gcc/g++, Python, gfortran, Java, etc) e milhares de outros softwares (i.e., algumas dezenas de milhares de pacotes !).

OpenOffice 3.2 do Easy Debian no Nokia N9, que abre em uns 10 s.

O segredo disso é rodar Debian (para processador ARM) via chroot no MeeGo 1.2 Harmattan do Nokia N9. Normalmente isso é trabalhoso e lento (rodando aplicativo gráficos via VNC servidor e cliente no Android, por exempo), mas o Maemo e Meego têm X Windows (pois são Linux móveis, logo softwares gráficos têm boa velocidade) e fizeram uma versão de fácil instalação e uso chamada Easy Debian, muito usada no Maemo 4 Diablo (do Nokia N800/N810) e Maemo 5 Fremantle (Nokia N900). A versão do Easy Debian para MeeGo Harmattan ainda está sendo desenvolvida e ficará mais fácil de instalar (com .deb) e usar (com ícones).

wxMaxima 12.01 do Easy Debian no Nokia N9, um CAS (Computer Algebra System) que cabe no bolso.

Recentemente surgiram duas opções para o MeeGo Harmattan funcionar com mount (montagem de partição) e chroot (que permite rodar um sistema operacional dentro de outro) :

  • Harmattan Open Mode Kernel, que tira as limitações de segurança do Aegis presentes no MeeGo Harmattan. Tal iniciativa da comunidade desde final de 2011 teve apoio da Nokia que liberou os quase 3,0 GB de código fonte de quase todo o MeeGo 1.2 Harmattan. Necessita instalar o kernel aberto e o firmware (logo apagando todos os programas extras instalados). É útil para rodar Easy Debian e em breve Android 4.0 ICS no Nokia N9;
  • pacotes Inception + opensh + aegisctl, de fácil instalação e desinstalação, é novidade de Março de 2012, que permite abrir quase tudo no Aegis.

Editor TeXMaker que compila TeX/LaTeX rodando no Nokia N9 via Easy Debian.

Eu peguei primeiramente o caminho mais fácil e ao mesmo tempo inovador (quase ninguém tinha conseguido e e/ou documentado direito) : Easy Debian chroot rodando no Nokia N9 via Inception + opensh + aegisctl !

O conhecido editor de textos gedit com um programa Python, mostrando sintaxe colorida, sem usar LXDE no Nokia N9.

Como podem ver deu certo, Easy Debian roda via comando de linha, interface gráfica de programas separados ou do gerenciador LXDE (que é bem leve para rodar em computadores lentos ou smartphones e tablets).

O gedit dentro do LXDE tem mais espaço de tela disponível.

Como o Nokia N9 não tem teclado físico, então por enquanto o jeito é usar teclado Bluetooth. Pelo menos o meu (Dell tipo Stowaway dobrável Bluetooth) só funciona 100% (com números e símbolos) se o software com interface gráfica rodar fora do LXDE :

  • A vantagem de rodar no LXDE é o melhor aproveitamento da tela e os menus, mas não é viável digitar muito;
  • a interface gráfica fora do LXDE permite digitar à vontade mas tem duas barras superior e inferior que tomam parte da tela do software e o software tem que ser lançado do comando de linha (dentro do chroot), p.e., “# oowriter” para abrir o OpenOffice Writer. Mas é possível ativar modo de tela cheia manualmente, vide tutorial passo-a-passo citado antes.

Segue a lista resumida dos softwares disponíveis na imagem debian-m5-v3e.img.ext2 (com 2,0 GB ao ser descompactada e montada, sendo 0,6GB disponíveis) disponível no site do Qole, autor do Easy Debian : OpenOffice 3.2, GIMP, navegadores web Iceweasel (FireFox aberto) e Epiphany, email Icedove (Thunderbird aberto), Leafpad, Evince, PCMan File Manager, Python 2.6, etc.

Porém eu personalizei tal imagem instalando vários softwares, principalmente de programação e científicos :  editor de textos Abiword e planilha Gnumeric (abrem em poucos segundos), TexLive e editor/IDE TeXMaker, editores gedit e geany, CAS wxMaxima e Yacas, linguagem de programação C/C++ (gcc/g++ 4.4.5), módulos Python diversos (IPython, Cython, SymPy CAS, NumPy, SciPy, MatPlotLib, etc), gnuplot, etc. Essa imagem eu chamei de debian-m5-v3e-Sci-2GB.img.ext2 e está disponível para download (compactada com lzma para 505 MB, descompacte usando “7z e <nome-da-imagem-compactada>”, onde 7z faz parte do pacote 7zip).

Caso se queira, pode-se remover e adicionar softwares via “apt-get” como de praxe no mundo Linux : Octave, SciLab, R, Java, Pascal, Fortran, etc.

Enfim, um smartphone ou tablet com Easy Debian bem configurado atende quase 100% das necessidades de softwares de criação de conteúdo na área de exatas : softwares de escritórios pesados (OpenOffice, etc), TeX/LaTeX, CAS (Computer Algebra System), linguagens de programação, etc.

Posted in CAS, Linux, Maemo, Maemo 4 Diablo, Maemo 5 Fremantle, MeeGo, Nokia N9, Python, Smartphones, SymPy | 14 Comments »

Asus Transformer TF-101 + Dock = netbook Android

Posted by robertocolistete em 16/03/2012

Já viu um tablet Android com simultaneamente cabo HDMI ligado a TV, mouse USB (com cursor de seta aparecendo na tela), 2 cartões micro-SD (32 GB e 8 GB), pendrive USB de 16GB e HD externo de 500GB com 3 partições ? Eu fiz isso para testes com meu Asus Transformer TF-101 + Mobile Dock (logo com um ótimo teclado também).

Para comparar, sem a Mobile Dock, o tablet só teria HDMI e um cartão micro-SD conectado, pois a cabo USB serve só para conectar a computador.

A Mobile Dock Station para o tablet Asus Transformer TF-101 o torna realmente em um netbook Android, adicionando :

  • teclado completo muito bom, achei-o melhor do que vários teclados de netbook de 10″ e até maiores. Tem todas as teclas típicas de netbook mais teclas de navegação do Android. E vários atalhos funcionam (inclusive Alt+Tab para chavear programas);
  • touchpad multitouch permitindo reproduzir os gestos que fazemos na tela, tal que raramente precisa-se tocar na tela, controlando um ícone em forma de círculo na tela;
  • uma bateria interna com mais 6,5 h de autonomia, totalizando 16h para o Transformer conectado na Dock. O tablet sempre é recarregado pela Dock, e pode-se recarregar via cabo direto na Dock ou no tablet. Pode-se ver o estado das duas baterias via o software extra “Battery And Dock Widget“;
  • duas portas USB (com portinhas protetoras) nas quais eu testei mouse, pen-drive e HD externo, mas também suporta teclado e outros dispositivos. Ao usar mouse, aparece a típica seta de cursor, bem precisa;
  • leitor adicional de cartão de memória 4-1 (micro-SD, etc).

O Asus Transformer + Dock fica bem prático de carregar e usar tal que acabo não usando a capa do tablet.

São poucas lojas que vendem a Asus Mobile Dock, mas dou essa dica de loja : GoGeek onde a Asus Mobile Dock custa uns R$400 (varia com o câmbio) à vista (sem frete). Eu comprei nela e recebi em 3 dias, atendimento excelente, embalagem muito boa, com nota fiscal e garantia de 1 ano. Nos EUA custa tipicamente US$150, logo não está tão caro no Brasil.

Grato ao Ramón Giostri que me mostrou a Dock no Transformer dele e me convenceu a comprá-la, inclusive sugerindo a loja citada.

Posted in Android, Tablets | 3 Comments »

Atualização de bugs do Android 4.0.3 ICS para Asus Transformer TF-101

Posted by robertocolistete em 16/03/2012

Boa notícia para aqueles que estão usando Android 4.0.3 ICS no Asus Transformer TF-101 e se deparando com diversos bugs (desde programas instáveis até reboot) : saiu atualização de bugs, primeiramente para a versão US (dos EUA) em 13/03/2012 e hoje (18/03/2012) a versão WW (World Wide) que inclui o Brasil.

A versão do Android continua como 4.0.3, só muda o sub-versão de 9.2.1.11 para 9.2.1.17.

Vide matériatópico do Asus Transformer Forum.

Download muito rápido (poucos segundos), instalação em poucos minutos. Verei se as instabilidades de alguns softwares (GMail, etc) foram sanadas.

Posted in Android, Tablets | 6 Comments »

Usando Box com 50GB também no Linux

Posted by robertocolistete em 16/03/2012

Atenção, a promoção de Box com 50 GB para quem instalar o Box no Android vai somente até 23/03/2012.

O interessante é que tal conta também é acessível a partir de outros sistemas operacionais móveis e de desktop, não só via navegador web, mas também usando o serviço WebDav.

Coloco aqui as instruções para Linux/Ubuntu, é meio manual pois a configuração de WebDav servidor no Nautilus não funciona 100% :

  • utilize usuário com permissão de administração para os passos de instalação e configuração citados abaixo;
  • instale o pacote “davfs2”;
  • dê permissão para usuários comuns montarem sistema de arquivos davfs via “$ sudo dpkg-reconfigure davfs2” no Terminal;
  • crie o diretório de montagem, por exemplo em “/media” (“cd /media” no Terminal) crie o diretório “BOX.NET” (“sudo mkdir BOX.NET”) e coloque permissões para todos usuários (“sudo chmod 777 BOX.NET”);
  • em “/etc” (“cd /etc” no Terminal), faça uma cópia de segurando do fstab (“sudo cp fstab fstab.backup”). Edite o fstab (“sudo nano fstab” ou use outro editor de textos preferencial) e adicione como última linha : https://www.box.net/dav /media/BOX.NET davfs rw,users,noauto 0 0″;
  • use a interface gráfica de gerenciamento de usuários e grupos para adicionar os grupos “users” e “davfs2” aos usuários que querem usar o Box.Net. Atenção, no Ubuntu 10.04 eu tive problemas ao usar a interface de comando-de-linha para fazer isso via “usermod”, minha conta administrativa ficou sem acesso de root e só consegui resolver usando um CD de boot de Ubuntu e corrigindo o “/etc/group”. Logo eu sugiro não usar o “usermod” e sim a interface gráfica;
  • edite “/etc/davfs2/davfs2.conf” (via “sudo nano /etc/davfs2/davfs2.conf” no Terminal, por exemplo) e coloque “use_locks       0” fora dos comentários, isso é para evitar problemas de falta de permissão para gravar no Box.Net via Linux;
  • cheque se “/etc/davfs2/davfs2.conf” (via “sudo nano /etc/davfs2/davfs2.conf” no Terminal, por exemplo) tem a linha “ignore_home kernoops” fora dos comentários, no Ubuntu 10.04 não tem, no 11.10 tem;
  • monte a partição via “mount /media/BOX.NET” no Terminal, digite então seu login e senha no Box.Net;
  • se quiser montagem sem pedir senha e clicando em BOX.NET no gerenciador de arquivos (Nautilus, etc), então tem que configurar o login/senha automaticamente, adicionando a linha “https://www.box.net/dav login@emailservidor suasenha” (substitua pelo seu login e senha usados no Box.Net) no arquivo “~/.davfs2/secrets”.

Dá um pouco de trabalho mas se tem 50GB acessíveis no Linux e Android. Vide as FAQs da promoção de 50 GB do Box.Net onde cita, p.e., que o tamanho máximo de arquivo para envio é de 100 MB.

Outras opções multi-plataforma para Android e Linux, com clientes para Android : DropBox (2 GB gratuitos) e Ubuntu One (5 GB gratuitos). Vide Android Market (agora Play Store).

Pena que no Android os arquivos não são montados e sincronizados automaticamente.

Agradeço a Ramón Giostri por boa parte dessa dica.

Posted in Android, Linux, Smartphones, Tablets | 1 Comment »

Atualização manual para Android 4.0 ICS no Asus Transformer TF-101

Posted by robertocolistete em 10/03/2012

Nem todos os usuários de Asus Transformer TF-101 receberam a atualização automática do Android 4.0 ICS como notificação. Não sei a razão disso ocorrer, mas teve amigo meu nessa situação.

Uma solução que eu encontrei é oficial da Asus, envolve um download manual do arquivo de atualização :
http://www.androidpolice.com/2012/03/05/still-havent-received-the-android-4-0-update-on-your-og-transformer-heres-how-to-manually-install-it/

Sobre o Android 4.0.3 ICS no Asus Transformer, pelo menos por enquanto está mais instável que o Android 3.2.1 : frequentemente tenho problemas de Email e GMail pararem de funcionar, mensagens de serviço fechando, etc. Espero que isso seja corrigido.

Posted in Android, Tablets | Leave a Comment »

Tablet de 2007 x tablets atuais : quem ganha ?

Posted by robertocolistete em 10/03/2012

O que é melhor, um tablet de final de 2007 ou os tablets iPad e Android atuais, com 2 a 4 cores ?

Bem, a pergunta não faz sentido pois está muito ampla. Porém se formos perguntar qual tablet é melhor para programação (científica), o Nokia N810 com Maemo 4 OS de final de 2007 vence com folga ! Vejamos as vantagens dele :

  • tem teclado qwerty completo, com 4 fileiras de teclas;
  • tem Linux móvel completo, o Maemo 4 OS, com kernel, X Windows, ssh -X, glibc, muitos softwares “sérios” (adaptados de Linux desktop, como AbiWord, Gnumeric, wxMaxima, etc), muitas linguagens de programação nativas (C/C++ via gcc, Python 2.5, etc), Easy Debian (OpenOffice, GIMP, wxMaxima, LaTex, etc), etc. iOS e Android não são Linux completo, não tem compilador C/C++ nativo, não tem LaTeX completo (com compilador);
  • Python 2.5 com : IPython 0.10.2 (de 04/2011, o melhor ambiente interativo para Python), SymPy 0.7.1 (de 07/2011, um CAS – Computer Algebra System completo para cálculos simbólicos e numéricos, como integrais definidas ou indefinidas, equações, etc), Python Numeric (antigo, na falta de NumPy), Uncertainties 1.8 (10/2011, para cálculos com incertezas e progração de erros), etc. Desses, só SymPy e Uncertainties (com instalação manual) funcionam no iOS e Android, com interatividade (bem) pior, vide matéria sobre “SymPy para smartphones & tablets“;
  • wxMaxima 0.7.6 (de 2008, outro CAS com interface fácil de usar, gráficos 2D e 3D) e NSP (de 2008, tipo MatLab, com cálculos numéricos e gráficos 2D e 3D). Nenhum deles está disponível para iOS e Android;
  • Integral, que faz uso de SymPy com interface de fácil uso (vide também Derivative e Limit). Android e iOS não tem software equivalente ao Integral para calcular integrais simbólicas/numéricas em 1D/2D/3D.

Bem, o Nokia N810 começou a vender meio tarde no Brasil, em 2009, mas em 08/2009 ficou acessível custando novo uns R$600 em boas lojas, mas parou de vender no Brasil em 2010-11. Hoje usado custa uns R$200-600 no Mercado Livre.

Fica a lição, a seta do tempo nem sempre implica em evolução*.

(*) : o sucessor do N810, o Nokia N900, também é smartphone e evoluiu em quase todos os aspectos em relação ao N810. Fica para outro artigo falar sobre o N900 para programação científica.

Posted in Android, CAS, iOS, Linux, Maemo, Maemo 4 Diablo, Python, SymPy, Tablets | Leave a Comment »

Nokia N8 a R$899 : Symbian Belle com melhor câmera atual no Brasil

Posted by robertocolistete em 10/03/2012

O smartphone Nokia N8 caiu de preço (custava R$999) , agora está a R$899 na loja da Nokia, na FNAC e Submarino.

Dos smartphones atualmente à venda no Brasil, o Nokia N8 é o melhor em fotos, com reprodução mais fiel de cores, detalhes, etc :
http://theycallthislife.net/post/16871288699/image-quality-of-the-the-nokia-n8-apple-iphone

O Nokia 808 PureView será melhor que o N8, com estonteantes 41 MPixels e ótima qualidade de imagem, deve chegar no Brasil no 2o trimestre, com preço possivelmente entre R$1.500-2.000.

O Nokia N8 no Brasil tem Symbian Belle desde início de Fevereiro de 2012, teve Symbian Anna em 09/2011 e foi lançado com Symbian^3 no final de 2010. A Nokia está promotendo ainda mais atualizações (Symbian Carla ou algo próximo disso) para o Nokia N8.

De brinde, o Nokia N8, por ter Symbian, também serve para calcular limites, derivadas, integrais, equações, etc, via Python/SymPy, vide artigo Gastando pouco para calcular integrais, etc no celular. Ajuda a tela de bom tamanho mas atrapalha não ter teclado físico.

Posted in CAS, Python, Smartphones, Symbian, SymPy | Leave a Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: