Roberto Colistete Jr.

Blog sobre computação científica e móvel : Mathematica, Python, CUDA, smartphone & tablets, Linux, etc

Archive for outubro \07\UTC 2013

Novidades do Sailfish OS e smartphone Jolla

Posted by robertocolistete em 07/10/2013

Novos detalhes de especificações do smartphone Jolla foram anunciados oficialmente no site da Jolla no final de Setembro :

Especificações do smartphone Jolla

Especificações do smartphone Jolla

A CPU é um processador Qualcomm Snapdragon com dois núcleos @ 1,4 GHz com suporte a 4G/LTE, ainda não determinado pois há alguns modelos diferentes que se encaixam nessa configuração. Comparado ao Nokia N9/N950 onde foi testado o Sailfish desde 2012 com boa velocidade, tal processador do smartphone Jolla eu estimo como 3x a 6x a velocidade do Cortex A8 com 1 núcleo @ 1.0 GHz.

A memória RAM é de 1GB, sendo um ponto de críticas de parte da comunidade, principalmente usuários Android acostumados com smartphones topo-de-linha com 2 ou mesmo 3 GB de RAM. Deve-se lembrar que o Nokia N9 tem os mesmos 1 GB de RAM e tem ótima multitarefa (inclusive com miniaturas animadas) e mesmo o iPhone 5S recentemente lançado tem 1 GB de RAM, e iPhone 4/4S têm somente 512 MB de RAM. Sendo o Sailfish OS um sistema operacional móvel optimizado então não precisa de tanta RAM quanto o Android que é pesado com a máquina virtual Java/Dalvik, porém a Jolla cita que aplicativos Android rodarão dentro do Sailfish OS, então a questão é se a multitarefa de aplicativos Sailfish + softwares Android funcionará bem com 1 GB de RAM, mas a Jolla afirma que sim.

Em termos de memória para arquivos, são 16 GB internos mais expansão via cartão MicroSD (possivelmente até 32 ou 64 GB), algo louvável pois muitos smartphones atuais não tem capacidade de expansão.

A tela de 4,5″ LCD IPS com resolução qHD (quarter HD) de 960 x 540 pixels é também alvo de algumas críticas da comunidade, muitos queriam resolução HD (1280 x 720). Tal resolução qHD em 4,5″ implica em 245 PPI (pontos por polegada), pouco abaixo do Nokia N9 (251 PPI, 854×480 pixels em 3,9″) e do Motorola Razr / Samsung Galaxy S4 Mini (256 PPI, mesmos 960 x 540 só que em 4,3″), melhor que o Samsung Galaxy S2 (217 PPI, 800×480 pixels em 4,3″) e igual a algumas dezenas de smartphones com tela idêntica (HTC Desire, etc). Outro aspecto é que a tela de 3,9″ do Nokia N9 é AMOLED (que aparenta menor resolução devido a sub-pixels maiores) e a do Jolla smartphone não é. É bom valorizar que a jolla ousou mais que a Apple que têm todos os iPhone com telas de 3,5″-4,0″. Esse tamanho de 4,5″ se encaixa na faixa mais popular de tamanhos de tela (4,3″-4,7″).

1a foto vazada de um usuário do smartphone Jolla

1a foto vazada de um usuário do smartphone Jolla (mercado negro ?), mostrando a tela “About” com 1,5GB usados dentre 14,2GB de memória flash, identidade Bluetooth, WiFi, IMEI e versão 0.98 do Sailfish OS.

Sailfish OS com Qt 5 e Wayland

Quanto ao Sailfish OS, em 01/08/2013 foi anunciada uma grande mudança principalmente no ponto de vista de programação : uso de servidor gráfico Wayland no lugar de X11 e Qt5 & Qt Quick 2 no lugar de Qt 4 & Qt Quick 1.

Posted in Linux, Mer Nemo Sailfish, Smartphones | Leave a Comment »

Ubuntu Touch 13.10 : instalando e usando

Posted by robertocolistete em 06/10/2013

(19/10/13) Ubuntu Touch 13.10 estável foi lançado em 17/10/13 como esperado. Estamos a 11 dias do lançamento da versão Ubuntu Touch 13.10 estável, Com quase tudo já funcionando (WiFi, 3G, chamadas, etc), até lá nos últimos dias teve muitas correções de bugs e adição de alguns recursos (servidor gráfico Mir entrando no lugar de SurfaceFlinger em 7 ou 8 de Outubro, por exemplo). Veja nas notas de lançamento do Ubuntu 13.10 que certos recursos não estão disponíveis ou ainda temos bugs : sem vibração em chamadas e SMS, eventos no “Calendar” não podem ser editados, “Camera” não faz vídeos, “Clock” não tem alarmes totalmente funcionais, teclado virtual não funciona em modo horizontal no lado esquerdo, etc.

Como o artigo anterior “Ubuntu Touch no Nexus 4 : instalando e testando” ficou muito grande e com algumas informações desatualizadas devido à evolução do Ubuntu Touch, então vejamos o que mudou na instalação do Ubuntu Touch.

Instalação do Ubuntu Touch no Nexus 4

Os ítens (1) e (2) de “Instalação do Ubuntu Touch no Nexus 4” são mantidos. Mas a instalação do Ubuntu Touch mudou pois o comando “phablet-flash” agora tem mais opções, onde a flipped image agora se chama CDimage flipped image, logo para instalar devemos usar (PC com Ubuntu conectado ao Nexus 4 via cabo USB) :

$ sudo phablet-flash cdimage-touch -b

O “-b” é só na 1a vez para instalar o bootstrap no Nexus 4,, depois para atualizar o Ubuntu Touch usa-se o mesmo comando sem o “-b”. Tem um novo padrão de imagem Ubuntu Touch chamado Ubuntu System image, que torna mais fácil atualizar (via o próprio Ubuntu Touch), porém o sistema de arquivos para tanto fica só no modo leitura, impedindo de instalar programas via “apt-get”, “dpkg -i”, etc. Logo, se você quer experimentar bastante o Ubuntu Touch, eu recomendo a instalação de imagem “cdimage-touch”.

Usando o Ubuntu Touch no Nexus 4

Além de acesso ao terminal via conexão USB :

$ sudo adb root
$ sudo adb shell

em Setembro o ssh (openssh-server) passou a ser já instalado, porém desabilitado. Para habilitar a conexão via ssh, basta :

$ sudo rm /etc/init/ssh.override

Por enquanto, o ajuste de tempo para entrada no modo de economia de energia (com tela em branco e pausando até comandos via ssh !) está desabilitado em “System Settings -> Battery” e temos que digitar manualmente o comando :

$ sudo powerd-cli display on &

Ao final temos Ubuntu Touch 13.10 (quase final), as Core Apps já instaladas, 3G para dados funcionado, instalação de programas extras (formato click), etc.

Reinstalação do Android no Nexus 4

Siga os passos : fazer download da imagem do Android do Nexus 4, usar um PC com Ubuntu para extrair a imagem em um diretório, pressionar os 3 botões do Nexus 4 para entrar no modo bootloader e então digitar no PC com Ubuntu (dentro do diretório descompactado) :

$ sudo run adb reboot-bootloader
$ sudo ./flash-all.sh

Isso gasta uns 80-90s. Atenção que tudo é apagado no Ubuntu Touch.

Posted in Linux, Smartphones, Tablets | 5 Comments »

 
%d blogueiros gostam disto: